Comunicação CRF/MG - 30/01/2018 às 16:56:21

Farmacêutico que precisar dar baixa no CRF até 31 de março não precisará pagar anuidade

No começo de 2018, alguns profissionais foram surpreendidos com uma alteração na cobrança da anuidade de quem dá baixa na inscrição do CRF/MG. Até abril do ano passado, vigorava a Resolução 521/09 do CFF, que permitia o ressarcimento proporcional do valor investido na anuidade para quem dava baixa no CRF. Essa Resolução foi revogada pela 638/17, que estabelece que o farmacêutico deve pagar a anuidade integralmente independente do período que ele exerça a profissão no ano do cancelamento.

A mudança gerou muitas reclamações por parte da categoria e um pedido para que o CRF/MG interviesse junto ao CFF para encontrar um novo entendimento para o problema. Acolhendo a solicitação dos farmacêuticos, a diretoria do CRF/MG foi a Brasília no dia 18 de janeiro e esteve pessoalmente com o presidente Walter Jorge João. A opinião dele é a mesma da Advocacia-Geral do CRF/MG, que emitiu parecer favorável à não cobrança da anuidade para os profissionais que derem baixa nos seus registros até o dia 31 de março de 2018.

De acordo com o parecer jurídico, se a anuidade vence no dia 31 de março, ela só pode ser considerada como tributo a ser obrigatoriamente quitado a partir do dia 1º de abril. Isso significa que todo profissional que optar pelo cancelamento do registro profissional antes de 31 de março tem direito a fazê-lo sem precisar pagar a anuidade.

Para a diretora tesoureira Adriana Tupynambá, trata-se de uma questão de bom senso. “Se o farmacêutico encontra-se em tamanha dificuldade a ponto de dar baixa no seu registro profissional, é óbvio que ele não tem condições de pagar a anuidade. Se ele não vai mais exercer a profissão, não precisa se manter vinculado ao CRF/MG.”

A partir de 1º de abril, passa a valer o que determina a Resolução 638/17. Ou seja, o pagamento da anuidade deverá ser feito integralmente mesmo por quem quiser dar baixa na inscrição profissional.

Apesar do novo entendimento, Adriana Tupynambá recomenda bastante prudência dos farmacêuticos em relação ao cancelamento do registro junto ao CRF/MG. “O colega precisa estar bem certo da sua decisão, porque ela pode dificultar a volta ao mercado de trabalho farmacêutico. Para se reinscrever, além de pagar outras taxas e mais a anuidade, o farmacêutico pode ter que esperar até 7 dias para ter a sua inscrição homologada. Dependendo da oportunidade profissional, isso pode inviabilizar a conquista do novo emprego”, alertou.

 

Procedimento de baixa na inscrição

 

Para ter direito à isenção da anuidade, o farmacêutico que for dar baixa na inscrição precisa cumprir os seguintes passos:

- Preencher o formulário de cancelamento de inscrição;

- Protocolar pessoalmente ou enviar o formulário juntamente com a carteira marrom e a cédula profissional para o CRF/MG até o dia 31 de março de 2018;

- Solicitar a isenção da anuidade pelo email cobranca@crfmg.org.br;

- Aguardar o retorno do CRF/MG confirmando o cancelamento.











Mapa do Site

Serviços Informações Institucional Transparência    Notícias Contatos Acesso Restrito
Agendamento
2ª via Anuidade  
Capacitações
Consultar Farmacêutico  
Consultar Protocolos
CR Web
Denúncias  
Inscrição Profissional
Ouvidoria
Parcelamento  
Requerimento CR
Requerimento Online
Validar Certificado
Validar CND
Validar DIR
Validar DNCE
Agenda CRF/MG  
Área Técnica / Legislações
Concursos
Direitos e Deveres
Licitações
Perguntas Frequentes
Publicações e Documentos
Requerimentos e Modelos        
Associações Farmacêuticas
Comissões
Competências
Diretoria
Estatísticas
Estrutura
Fiscalização
História
Princípios
Projetos
Responsabilidade Social
Acesso à Informação
CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
Rua Urucuia, 48 - Floresta
Belo Horizonte/MG | CEP: 30150-060
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta, de 8h às 17h
Todos os direitos reservados. © 2019 - Desenvolvido pela Assessoria de Imprensa e Gerência de Tecnologia da Informação do CRF/MG Conselho Regional de Farmácia de MG