Receita legível é uma questão de saúde e um direito do farmacêutico

Por que você, farmacêutico, assume o risco de dispensar um medicamento se tem dúvidas em relação à prescrição recebida? O farmacêutico precisa exercitar a sua autonomia, sem receio de negar a dispensação de um medicamento quando não tem segurança para fazê-lo. Receita legível é uma questão de saúde e um direito seu e do seu paciente. Exigir a receita legível é valorização do profissional e da profissão, fazendo valer a sua grande missão que é zelar pela segurança no uso de medicamentos.

Desde o ano passado, o CRF/MG tem feito ações para que o prescritor respeite o farmacêutico e não lhe atribua um trabalho de advinhação. Para isso, criou o Projeto Receita Legível, que inclui um espaço no site, onde o farmacêutico pode notificar o recebimento de receitas ilegíveis. Essas receitas ilegíveis são encaminhadas aos respectivos prescritores para que eles orientem os seus profissionais.

Não deixe de notificar ao CRF/MG o recebimento de receitas ilegíveis, pois o Conselho vai continuar agindo pra fazer valer o seu direito, farmacêutico!

Participe!

Acesse o formulário em: https://www.crfmg.org.br/site/Projeto/receitaIlegivel