Fórum analisa cenário econômico e político para 2019

Panorama Farmacêutico - 20/06/2018 às 12:23:09

Fórum analisa cenário econômico e político para 2019

O evento analisou o cenário econômico e político do próximo ano e contou com a participação de analistas e consultores.

Andreas Strakos, consultor do Sindusfarma, apresentou as expectativas da indústria e os caminhos para enfrentar o ambiente de incerteza que o país está passando. “Víamos um cenário otimista demais antes da greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio, e agora de certa mudança no padrão de otimismo”, ressalta. Segundo o executivo, a indústria projeta um crescimento de 6,7% em unidades e 8,3% em valores para 2018, e de 7,19% em unidades e 9,02% em valores para 2019. “Apesar disso, todos devem se preparar para trabalhar com números menores”, afirma Strakos.

Bruno Abreu, diretor do Sindusfarma, apresentou os prognósticos sobre a política de preços e regulação econômica do setor, entre eles a alta incidência de impostos sobre medicamentos no Brasil (31,3%) contra 6% no resto do mundo. Já o CEO da IpsosMarcos Calliari, apontou aos presentes os principais resultados da pesquisa Pulso Brasil, de maio de 2018, na qual 60% dos entrevistados demonstram preocupação em relação ao futuro do país.

A pesquisa também revelou que a hipertensão é a principal doença em tratamento nos domicílios pesquisados, com 39%. Do total de entrevistados, 48% afirmam utilizar medicamentos de uso contínuo. A classe C é a que menos utiliza medicamentos de uso contínuo (27%) e é a que mais utiliza remédios distribuídos de forma gratuita (79%). No que diz respeito aos medicamentos de uso contínuo por faixa etária, os de 50 anos ou mais são os que mais consomem (61%).

Paulo Paiva, vice-presidente da Close-Up International, destacou as médias e pequenas farmácias têm como desafio contrapor o crescimento das grandes redes e do associativismo, que por sua vez, está conseguindo se posicionar como canal estratégico. Serviços adicionais, além da venda de medicamento, aparecem como opção para as grandes redes, mas o maior desafio é crescer no âmbito de medicamentos, pois demanda alcance geográfico e oferta de mix. “Falta alinhamento de estratégia promocional com as estratégias de trade dentro da cadeia, que envolva distribuição e o varejo”, afirma Paiva.

Felipe Abdo, diretor da IQVIA, ressaltou que o crescimento do mercado farmacêutico se manteve na casa dos 10% nos últimos quatro anos e que os diferentes momentos da crise econômica alteraram de forma importante o perfil de compra de medicamentos. Além disso, observa-se, cada vez mais, os canais de contato com a indústria sendo direcionados preferencialmente para os meios digitais, tais como webinar, congressos e consultas virtuais.











Mapa do Site

Serviços Informações Institucional Transparência    Notícias Contatos Acesso Restrito
Agendamento
Anuidade 2020
Capacitações
Consultar Farmacêutico  
Consultar Protocolos
CR Web
Denúncias  
Inscrição Profissional
Ouvidoria
Parcelamento  
Requerimento CR
Requerimento Online
Validar Certificado
Validar CND
Validar DIR
Validar DNCE
Agenda CRF/MG  
Área Técnica / Legislações
Concursos
Direitos e Deveres
Licitações
Perguntas Frequentes
Publicações e Documentos
Requerimentos e Modelos        
Associações Farmacêuticas
Comissões
Competências
Diretoria
Estatísticas
Estrutura
Fiscalização
História
Princípios
Projetos
Responsabilidade Social
Acesso à Informação
CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
Rua Urucuia, 48 - Floresta
Belo Horizonte/MG | CEP: 30150-060
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta, de 8h às 17h
Todos os direitos reservados. © 2020 - Desenvolvido pela Assessoria de Imprensa e Gerência de Tecnologia da Informação do CRF/MG Conselho Regional de Farmácia de MG