Eficácia e segurança marcam os 22 anos do medicamento genérico no Brasil

Comunicação CRF/MG - 20/05/2021 às 09:40:07

Eficácia e segurança marcam os 22 anos do medicamento genérico no Brasil

Hoje, 20 de maio, o Brasil comemora o Dia Nacional do Medicamento Genérico, um avanço para a saúde pública do país. Todos ganharam com o Decreto 793/93 que dá ênfase à prescrição do medicamento pelo nome genérico. Posteriormente, mais um progresso com a publicação da Lei 9.787, de 10/02/1999, que estabelece o registro e a produção do medicamento genérico pela indústria farmacêutica, bem com a sua aquisição e prescrição pelo nome genérico.

Houve muita polêmica e debates até se chegar à lei que instituiu esse tipo de medicamento, cujo objetivo foi estimular a concorrência e a variedade de oferta no mercado de medicamentos, investir na qualidade dos medicamentos disponíveis, reduzir os preços e facilitar o acesso e a adesão da população brasileira ao tratamento de doenças.

O medicamento genérico é aquele que contém o mesmo princípio ativo, na mesma dose e forma farmacêutica, é administrado pela mesma via e com a mesma posologia e indicação terapêutica do medicamento de referência, apresentando eficácia e segurança equivalentes à do medicamento de referência e podendo, com este, ser intercambiável.

Testes

A intercambialidade, ou seja, a segura substituição do medicamento de referência pelo seu medicamento genérico, validada por testes de equivalência terapêutica, que incluem comparação in vitro, por meio dos estudos de equivalência farmacêutica e in vivo, com os estudos de bioequivalência apresentados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A substituição do medicamento prescrito pelo medicamento genérico correspondente somente pode ser realizada pelo farmacêutico responsável pela farmácia ou drogaria e deverá ser registrada na prescrição médica.

Os medicamentos genéricos podem ser identificados pela tarja amarela na qual se lê "Medicamento Genérico". Também deve constar na embalagem a frase “Medicamento Genérico Lei nº 9.787, de 1999”. Como os genéricos não têm marca, o que você lê na embalagem é o princípio ativo do medicamento.

O preço do medicamento genérico é menor, pois os fabricantes de medicamentos genéricos não necessitam realizar todas as pesquisas que são realizadas quando se desenvolve um medicamento inovador, visto que suas características são as mesmas do medicamento de referência, com o qual são comparados.

Os medicamentos genéricos fortalecem a economia brasileira, que passou a contar com uma indústria farmacêutica moderna, dinâmica e que gera emprego para milhares de pessoas.

Segundo a Associação Brasileira de Distribuidores e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan), esses medicamentos já proporcionaram uma economia de mais de R$ 150 bilhões em gastos com medicamentos pela sociedade, sendo que é um dos mercados que mais cresceu nos últimos anos no Brasil. O segmento registrou um crescimento de 14,87% em vendas, atingindo a marca de R$ 9,82 bilhões comercializados em 2019, já considerando os descontos concedidos ao varejo.

No Brasil, 97% das classes terapêuticas são atendidas pelo genérico, o que mostra a forte atuação da indústria farmacêutica e sua contribuição para um presente e um futuro de saúde. Hoje, o genérico é aceito por 80% da população, representando 33% dos medicamentos consumidos no País.

Essa aprovação vem do fato de que os pacientes ou consumidores que estão usando o medicamento genérico, conseguem se tratar adequadamente e se curar com ele, atestando sua eficácia e segurança na prática.







Mapa do Site

Serviços Informações Institucional Transparência    Projeto Eleições Contatos Acesso Restrito
Agendamento
Validar PGRSS
Anuidade
Capacitações
Consultar Farmacêutico  
Consultar Protocolos
CR Web
Denúncias  
Empresa Nova - Registro
Inscrição Profissional
Ouvidoria
Requerimento CR
Requerimento Online
Validar Certificado
Validar CND
Validar DIR
Validar DNCE
Agenda e Eventos Farmacêuticos
Área Técnica / Legislações
Concursos
Direitos e Deveres
Licitações
Mídias Sociais
Perguntas Frequentes
Publicações e Documentos
Requerimentos e Modelos        
Associações Farmacêuticas
Comissões
Competências
Diretoria
Estatísticas
Estrutura
Fiscalização
História
Princípios
Responsabilidade Social
Atitude Farmacêutica
CRFMG de Vantagens
Receita Legível
Acesso à Informação
CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
Rua Rodrigues Caldas, 493 - Santo Agostinho
Belo Horizonte/MG | CEP: 30.190-120
Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta, de 08h às 17h
Todos os direitos reservados. © 2022 - Desenvolvido pela Assessoria de Imprensa e Gerência de Tecnologia da Informação do CRF/MG Conselho Regional de Farmácia de MG